SOMOS O QUE OUVIMOS

Underground & Indie

Archive for agosto 2012

Lançamento: Pulsar (2012) – Guilherme Eddino

with one comment

O disco de estreia de Guilherme Eddino abre bem com “Bom Dia”, pronta pra embalar, no repeat, o café da manhã açucarado de casais apaixonados. E segue com a entusiasmada “Quem Me Dera”.  O tempo fecha e a gaita de Eddino em “Suave” chega pra quebrar o ânimo que veio da melodia anterior. É uma canção bonita mas densa e melancólica, com cara de que teria se encaixado melhor entre as últimas faixas do disco. O entusiasmo volta com a faixa-título, que é certamente um dos destaques, com direito a solo de guitarra e vocal vigoroso.

“Agora” arrisca uma base eletrônica. É uma faixa mais experimental e muito interessante. “Deus Ex Machina”, é caótica e tem letra mordaz, bem longe do clima de “Bom Dia”, a faixa que abriu o disco. “O Que Sobrou Do Amor”, com o violão do português Pedro Jóia, é grandiosa e sensível. “E o que restou de mim além de você?”, pergunta Eddino. É a mais bela (e sofrida) canção de Pulsar. “Todavia” é alegre, com ares de Legião Urbana.

“Senhas” traz peso ao disco, terminando com um enérgico solo de guitarra. “Suave” teria se encaixado melhor nesse momento de Pulsar. Talvez seja esse o único desajuste do disco, que fecha, dignamente, com “Vão” a qual é mais uma prova de que a angústia também pode ser linda, ou ao menos resultar em belas e delicadas canções. Nesta última faixa, Eddino divide os vocais com a cantora Cida Moreira.

Pulsar é evidentemente um disco com várias nuances, mas essencialmente roqueiro. Embalado em teclados pertinentes e letras poéticas, onde Eddino explora vocais ora mais suaves, ora mais agressivos. Concebido com notável inspiração, soa levemente como canções que Ney Matogrosso cantaria e rock brasileiro dos anos 80. (Talita Lima)

Ouça: http://soundcloud.com/guilhermeeddino/sets/pulsar

http://guilhermeeddino.com/

Anúncios

Written by Talita Lima

10/08/2012 at 8:33 AM

Publicado em Independente, MPB, Rock Nacional