SOMOS O QUE OUVIMOS

Underground & Indie

Guilherme Eddino: “A percepção das pessoas em relação à música é muito livre”

leave a comment »

eddino_tremor_4

O músico Guilherme Eddino, que lança hoje seu segundo disco independente, ‘Tremor’, falou ao SOQO sobre sua discografia autoral e como sua percepção sobre o mercado fonográfico contemporâneo alterou sua relação com o download gratuito.

O que você apontaria como principal diferença entre seus dois discos?

Sonoramente falando, o ‘Tremor’ ficou bem mas apurado. Não que eu não goste do meu primeiro disco, mas acho que as músicas em si são melhores do que as gravações finais delas. O ‘Tremor’ soa muito melhor. A gravação, a mixagem, a masterização, foi tudo feito com mais precisão e esmero. E também, acho que esse disco é bem mais maduro que o anterior, tanto nas letras quanto nos arranjos e na coerência do conjunto das músicas. Canções como “Mea Culpa” e “Lá De Onde Eu Vim” estão entre os meus melhores trabalhos até hoje.

Seu primeiro disco, ‘Pulsar’, não foi disponibilizado para download gratuito na época do lançamento, diferente do que ocorre agora com ‘Tremor’. Por que decidiu que era hora de oferecer ao público a opção de não pagar pelo disco?

Porque a gente vive em outros tempos, e eu tive que admitir isso. Hoje em dia a percepção das pessoas em relação à música é muito livre, muito desprendida do conceito do fonograma como produto, como era antes. E também eu li o livro da Amanda Palmer e as ideias dela me esclareceram muito, sobre você disponibilizar seu material gratuitamente e buscar o apoio dos fãs de outras maneiras. Gosto muito da ideia do crowdfunding e de maneiras alternativas de capitalizar com a música. Tenho vontade de me envolver nisso, quando conseguir uma base de fãs maior.

Que diferencial terá aquele que optar pelo download pago?

O diferencial será me ajudar a pagar minhas contas (risos). Na verdade eu decidi dar as duas opções para quem gostar do trabalho a ponto de decidir contribuir pagando alguma coisa por ele. Tenho alguns rascunhos de faixas que não entraram em ‘Tremor’ e penso em distribuí-las no futuro para quem se interessar, mas não penso em manter nada exclusivo.

Comente sobre as próximas datas de shows de divulgação de ‘Tremor’.

Estou com um quarteto de apoio incrível, não vejo a hora de começar os shows. O disco sai no dia 10, e no dia 11 a gente sobe no palco da Praça Victor Civita como parte do Projeto Ponto Pro Rock (entrada grátis). Vai ser a primeira vez que mostramos o novo trabalho, apesar de ser um show mais curto. O primeiro show completo acontece no dia 24 de abril, no Armazém Cultural, em Pinheiros. E também tocamos no dia 13 de maio, no B Music Bar. Estou vendo outras datas pra maio e junho, quem quiser acompanhar é só curtir a minha página no Facebook.

Anúncios

Written by Talita Lima

10/04/2015 às 11:39 AM

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: